Submissões

Acesso ou Registar-se para submeter um artigo.

Condições para Submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.
  • O manuscrito agora submetido é original e não foi submetido à publicação em qualquer outra revista, em parte ou na sua totalidade. Caso contrário, deve-se justificar em "Comentários ao Editor".
  • O manuscrito agora submetido corresponde a duas versões: uma com os dados de identificação dos autores, e outra sem quaisquer dados de identificação dos autores (para respeito das instruções de revisão cega por pares).
  • Os autores declaram não existir conflitos de interesse, e caso tenha havido algum apoio está documentado no artigo.
  • O estilo de formatação automática do Endnote foi usado nesta submissão.
    O ficheiro Endnote está disponível para download abaixo, na seção das normas das Referências Bibliográficas.
  • As referências bibliográficas devem seguir o modelo disponibilizado pela RevSALUS em https://revsalus.racslusofonia.org/ojsrevsalus/index.php/RevSALUS/about/submissions
  • Os autores autorizam a indexação do artigo em bases de dados de redes nacionais ou internacionais nas quais a RevSALUS - Revista Científica Internacional da RACS possa ou venha a estar indexada.
  • Os autores declaram ser responsáveis por qualquer infracção inerente aos princípios acima descritos, ou outros que prejudiquem a RevSALUS e os princípios de rigor da comunidade científica.
  • Contribuições autorais: Para artigos de investigação com vários autores, deve ser fornecido um curto parágrafo especificando as suas contribuições individuais. Devem ser utilizadas as seguintes declarações "Conceptualização, X.X. e Y.Y.; metodologia, X.X.; software, X.X.; validação, X.X., Y.Y. e Z.Z.; análise formal, X.X.; investigação, X.X.; recursos, X.X.; curadoria de dados, X.X.; redação - preparação do draft original, X.X.; redação - revisão e edição, X.X.; visualização, X.X.; supervisão, X.X.; coordenação do projeto, X.X.; obtenção de financiamento, Y.Y. Todos os autores leram e concordaram com a versão publicada do manuscrito." Poderá recorrer ao CRediT taxonomy para consultar a explicação de termos. A autoria deve ser limitada àqueles que contribuíram substancialmente para o trabalho apresentado.
  • Publicação bilingue: Após aceitação do artigo, os autores dispõem de 10 dias para submeter a versão final do trabalho em inglês.

Instruções para Autores

Artigos originais

Apresentação do documento:
O manuscrito deve seguir a seguinte ordem:

- resumo estruturado em português e palavras-chave;
- resumo estruturado em inglês e keywords;
- corpo de texto;
- referências bibliográficas;
- legendas das figuras e tabelas
- tabelas.
Espaçamento de 1,5, margens de 2,5 cm e páginas e linhas numeradas.
Não deverão exceder 5.000 palavras, excluindo as tabelas.

Primeira página

Título completo em português e em inglês (até 150 carateres).
Nome e apelido dos autores pela ordem seguinte: nome próprio seguido do apelido.
Afiliação (departamento/serviço, instituição, cidade, país).
Endereço completo do autor correspondente.

Resumo estruturado

O resumo, com um máximo de 250 palavras, deve estar dividido em cinco partes, sempre que aplicável: i) Introdução; ii) Objetivos; iii) Material e Métodos; iv) Resultados e v) Conclusões.
Não inclui referências bibliográficas nem figuras ou tabelas.
Inclui cinco palavras-chave em português e em inglês. Deverão ser selecionadas a partir da Medical Subject Headings (MeSH) da National Library of Medicine, disponível em: www.nlm.nihgov/mesh/meshhome.html.

Texto

Deverá conter as seguintes partes devidamente assinaladas: i) Introdução; ii) Material e Métodos; iii) Resultados; iv) Discussão e v) Conclusões. Poderá utilizar subdivisões adequadamente para organizar cada uma das secções.
Os agradecimentos situam-se no final do texto.

Referências Bibliográficas

Pode ser feito o download do formato Endnote aqui.

As referências bibliográficas deverão ser citadas no seguinte modelo (Dinis-Oliveira et al., 2018). As referências bibliográficas não incluem dados não publicados, podendo ser incorporada a informação ao longo do texto, entre parêntesis.
As referências devem seguir o modelo disponibilizado pela RevSALUS, que cumprem os seguintes requisitos:

Citação de revista científica: Lista de todos os autores e deverão ser utilizados os seguintes formatos:
Dinis-Oliveira RJ, Carvalho F, Duarte JA, Remião F, Marques A, Santos A, Magalhães T. Collection of biological samples in forensic toxicology. Toxicol Mech Methods 20:363-414, 2010.

Citação de livro: Editores, título do livro, editora, cidade, ano. Exemplo:
Dinis-Oliveira RJ, Carvalho F, Bastos ML. Toxicologia Forense. Lidel, Edições Técnicas LDA, Lisboa, 2015.

Capítulo em livro: Autores, título do capítulo, In: título do livro, editores (ed). editora, páginas, ano. Exemplo:
Magalhães T, Ribeiro C, Jardim P, Peixoto C, Dinis-Oliveira RJ, Abreu C, Pinheiro MF, Guerra CC. PARTE III. Da investigação inicial ao diagnóstico de abuso. In: Abuso de crianças e jovens – da suspeita ao diagnóstico, Magalhães T (ed). Lidel, Edições Técnicas LDA, Lisboa, 147-172:2010.

Endereço eletrónico: Sítio na web. Exemplo:
Dinis-Oliveira RJ. Toxicologia Forense. Disponível em: http://apcforenses.org/?page_id=11, consultado em 25-07-2018, 2017.

Figuras

Devem ser submetidas com a máxima qualidade possível em ficheiro *.ppt (power-point). No manuscrito, são aceitáveis ainda os seguintes formatos: BMP, EPS, JPG, PDF e TIF, com 300 dpis de resolução, pelo menos 1200 pixéis de largura e altura proporcional. As figuras devem ser numeradas na ordem em que são citadas no texto e assinaladas em numeração árabe e com identificação, figura/tabela. Tabelas e figuras devem ter numeração árabe e legenda. Cada figura e tabela incluídas no trabalho têm de ser referidas no texto, da forma que passamos a exemplificar: Estes são alguns exemplos de como uma resposta imunitária anormal pode estar na origem dos sintomas da doença de Behçet (Fig. 4).

Tabelas

São identificadas com numeração árabe de acordo com a ordem de entrada no texto. Cada tabela será escrita com espaçamento simples e colocadas no fim do documento word, com o título colocado na parte superior e na parte inferior são referidas as abreviaturas por ordem alfabética.

Artigos de revisão

Destinam-se a abordar de forma aprofundada o estado atual do conhecimento referente a temas de importância. Estes artigos serão elaborados a convite da equipa editorial, contudo, será possível a submissão, por autores não convidados (com ampla experiência no tema), de propostas de artigo de revisão que, julgados relevantes e aprovados pelo Conselho Editorial, poderão ser desenvolvidos e submetidos às normas de publicação. Número máximo de palavras do resumo: 250; número máximo de palavras do corpo de texto do artigo sem contar com o resumo e tabelas: 5.000; número máximo de referências bibliográficas: 200. Deverão ter uma secção dedicada aos materiais e métodos.

Artigos breves (short communications)

Artigos com conteúdos originais significativos e justificativos de rápida disseminação, contendo no máximo 2 500 palavras, incluindo todas as partes, excetuando as referências. Admite-se a inclusão de 5 tabelas ou figuras e no máximo 15 referências. Esta categoria de artigos é particularmente adequada para a divulgação de, por exemplo: descoberta ou desenvolvimento de novos materiais e terapêuticas, experiências de ponta e elucidação de mecanismos, por exemplo os fisiopatológicos.

Cartas ao editor

Devem ser enviadas sob esta rúbrica e referem-se a artigos publicados na RevSALUS. Serão somente consideradas as cartas recebidas no prazo de oito semanas após a publicação do artigo em questão. Não podem exceder as 800 palavras. Podem incluir um número máximo de duas figuras. As tabelas estão excluídas. Deve seguir a seguinte estrutura geral: identificar o artigo visado (torna-se a referência 1); motivo da carta; fornecer evidência (a partir da literatura ou experiência pessoal); fornecer uma súmula; citar referências. A(s) resposta(s) do(s) autor(es) devem observar as mesmas características.

Casos clínicos

O texto explicativo não pode exceder 3.000 palavras e contém informação de maior relevância. Contêm um número máximo de 4 figuras e pode ser enviado material suplementar, como por exemplo videoclips.

Relatos de experiência

Artigos que descrevem uma determinada experiência que possa contribuir com a discussão, a troca e a proposição de ideias para a melhoria do cuidado na saúde. Por esse motivo, o relato deve ser feito de modo contextualizado, com objetividade e contributo teórico.
Contêm no máximo 2.500 palavras, com no máximo 30 referências, e devem ser estruturados da seguinte forma: título, resumo (até 200 palavras), introdução, descrição do caso, metodologia, discussão com revisão da literatura, conclusão e bibliografia.

Imagens em ciências da saúde

O texto explicativo não pode exceder as 250 palavras e contém informação de maior relevância, sem referências bibliográficas. Todos os símbolos que possam constar nas imagens serão adequadamente explicados no texto. Contêm um número máximo de quatro figuras. A imagem em ciências da saúde é um contributo importante da aprendizagem e da prática clínica ou outra. Poderão ser aceites imagens clínicas, de imagiologia, histopatologia, cirurgia, etc. Podem ser enviadas até duas imagens por caso. Não pode ter mais do que três autores e cinco referências bibliográficas. Não precisa de resumo. Só são aceites fotografias originais, de alta qualidade, que não tenham sido submetidas a prévia publicação.

Guidelines / normas de orientação

As sociedades científicas, os colégios das especialidades, as entidades oficiais e/ou associações podem publicar na RevSALUS recomendações de prática clínica, laboratorial ou outra.

Editorial

Artigo da autoria do Editor Chefe da RevSALUS.

Destaque Biográfico

Destaques biográficos da equipa editorial ou autores.

Artigos Científicos

O manuscrito deve seguir a seguinte ordem:

  1. resumo estruturado em português e palavras-chave;
  2. resumo estruturado em inglês e keywords;
  3. corpo de texto;
  4. referências bibliográficas;
  5. legendas das figuras e tabelas e
  6. tabelas.

Artigos de Revisão

Destinam-se a abordar de forma aprofundada o estado atual do conhecimento referente a temas de importância. Estes artigos serão elaborados a convite da equipa editorial, contudo, será possível a submissão, por autores não convidados (com ampla experiência no tema), de propostas de artigo de revisão que, julgados relevantes e aprovados pelo Conselho Editorial, poderão ser desenvolvidos e submetidos às normas de publicação. Número máximo de palavras do resumo: 250; número máximo de palavras do corpo de texto do artigo sem contar com o resumo e tabelas: 5.000; número máximo de referências bibliográficas: 200. Deverão ter uma secção dedicada aos materiais e métodos.

Casos Clínicos

O texto explicativo não pode exceder 3.000 palavras e contém informação de maior relevância. Contêm um número máximo de 4 figuras e pode ser enviado material suplementar, como por exemplo videoclips.

Imagens em Ciências da Saúde

O texto explicativo não pode exceder as 250 palavras e contém informação de maior relevância, sem referências bibliográficas. Todos os símbolos que possam constar nas imagens serão adequadamente explicados no texto. Contêm um número máximo de quatro figuras. A imagem em ciências da saúde é um contributo importante da aprendizagem e da prática clínica ou outra. Poderão ser aceites imagens clínicas, de imagiologia, histopatologia, cirurgia, etc. Podem ser enviadas até duas imagens por caso. Não pode ter mais do que três autores e cinco referências bibliográficas. Não precisa de resumo. Só são aceites fotografias originais, de alta qualidade, que não tenham sido submetidas a prévia publicação.

Cartas ao Editor

Devem ser enviadas sob esta rúbrica e referem-se a artigos publicados na RevSALUS. Serão somente consideradas as cartas recebidas no prazo de oito semanas após a publicação do artigo em questão. Não podem exceder as 800 palavras. Podem incluir um número máximo de duas figuras. As tabelas estão excluídas. Deve seguir a seguinte estrutura geral: identificar o artigo visado (torna-se a referência 1); motivo da carta; fornecer evidência (a partir da literatura ou experiência pessoal); fornecer uma súmula; citar referências. A(s) resposta(s) do(s) autor(es) devem observar as mesmas características.

Política de Privacidade

Os dados de caráter pessoal que se solicitam vão ser tratados para processamento automatizado da RevSALUS com fins de gerir a publicação do seu artigo na RevSALUS. Salvo indique o contrário ao enviar o artigo, fica expressamente autorizado que os dados referentes ao seu nome, apelidos, local de trabalho e correio eletrónico sejam publicados na RevSALUS, bem como no portal da RevSALUS, com o intuito de dar a conhecer a autoria do artigo e de possibilitar que os leitores possam comunicar com os autores.