Correlação entre o conteúdo inorgânico e a polimerização da matriz orgânica das resinas compostas para restaurações dentárias: uma revisão narrativa

Autores

  • Rita Fidalgo-Pereira Departamento de Ciências Dentárias, Instituto Universitário de Ciências da Saúde (IUCS), CESPU, Gandra PRD, Portugal https://orcid.org/0000-0002-4429-726X
  • Daniela M.E. Carpio Departamento de Ciências Dentárias, Instituto Universitário de Ciências da Saúde (IUCS), CESPU, Gandra PRD, Portugal.
  • Óscar Carvalho Center for MicroElectroMechanical Systems (CMEMS-UMinho)
  • Susana Catarino Center for MicroElectroMechanical Systems (CMEMS-UMinho), Universidade do Minho, Guimarães, Portugal.
  • Orlanda Torres Departamento de Ciências Dentárias, Instituto Universitário de Ciências da Saúde (IUCS), CESPU, Gandra PRD, Portugal.
  • Júlio C. M. Souza Departamento de Ciências Dentárias, Instituto Universitário de Ciências da Saúde (IUCS), CESPU, Gandra PRD, Portugal. Center for MicroElectroMechanical Systems (CMEMS-UMinho), Universidade do Minho, Guimarães, Portugal.

DOI:

https://doi.org/10.51126/revsalus.v4i1.136

Palavras-chave:

grau de conversão, matriz orgânica, partículas inorgânicas, polimerização, resinas compostas

Resumo

Introdução: Nos últimos anos, as resinas compostas têm sido melhoradas em termos tecnológicos, permitindo o alcance de melhores prognósticos na medicina dentária. Entretanto, subsistem algumas limitações relacionadas com a composição química e as propriedades das resinas compostas com consequências no sucesso clínico a longo prazo. Objetivo: O objetivo deste trabalho foi realizar uma revisão narrativa sobre a influência da componente inorgânica na polimerização da matriz orgânica das resinas compostas usadas para restauração dentária. Materiais e Métodos: A pesquisa foi realizada na plataforma PubMed utilizando termos de pesquisa relacionados com a composição química, propriedades e a polimerização das resinas compostas, para seleção de artigos relevantes ao tema. Resultados: Os estudos identificados reportam diferentes fatores relacionados com a polimerização incluindo modo, tempo, equipamento e a composição química das resinas compostas. Os estudos indicam que partículas nanométricas à
base de sílica ou silicatos promovem uma maior transmissão de luz à matriz orgânica o que favorece a polimerização do material. Por outro lado, partículas micrométricas com um alto índice de refração podem diminuir o grau de conversão dos monómeros da matriz orgânica. Conclusão: A polimerização das resinas compostas é afetada pela dispersão da luz, devido ao tamanho das partículas inorgânicas e aos índices de refração da componente orgânica e inorgânica. De fato, um maior controlo da composição química e do tamanho de partículas inorgânicas aumenta o grau de polimerização das resinas compostas.

Downloads

Publicado

2022-05-04

Como Citar

Fidalgo-Pereira, R., M.E. Carpio, D., Carvalho, Óscar, Catarino, S., Torres, O., & M. Souza, J. C. (2022). Correlação entre o conteúdo inorgânico e a polimerização da matriz orgânica das resinas compostas para restaurações dentárias: uma revisão narrativa. RevSALUS - Revista Científica Internacional Da Rede Académica Das Ciências Da Saúde Da Lusofonia, 4(1). https://doi.org/10.51126/revsalus.v4i1.136

Dados de financiamento