Efeitos do tratamento osteopático em indivíduos com Doença Pulmonar Obstrutiva Crónica (DPOC): revisão sistemática

Autores

  • Ana Pinheiro Escola Superior de Saúde - P.PORTO, Porto, Portugal
  • Beatriz Paiva Escola Superior de Saúde - P.PORTO, Porto, Portugal
  • Bruna Silva Escola Superior de Saúde - P.PORTO, Porto, Portugal
  • Joana Monteiro Escola Superior de Saúde - P.PORTO, Porto, Portugal
  • Natália Campelo Escola Superior de Saúde - P.PORTO, Porto, Portugal
  • Helena Sousa Escola Superior de Saúde - P.PORTO, Porto, Portugal

DOI:

https://doi.org/10.51126/revsalus.v5iSupii.777

Palavras-chave:

Doença Pulmonar Obstrutiva Crónica, osteopatia, tratamento osteopático, função pulmonar, qualidade de vida

Resumo

Introdução: A Doença Pulmonar Obstrutiva Crónica (DPOC) é uma doença pulmonar inflamatória crónica, multifatorial, com elevada incidência e prevalência em Portugal e no mundo. A osteopatia cada vez mais tem sido proposta como uma abordagem complementar e no tratamento das doenças inflamatórias crónicas, inclusive a DPOC. Objetivo: Avaliar a existência de evidência científica, através de uma análise crítica da qualidade metodológica, quanto aos efeitos da intervenção osteopática na sintomatologia, bem-estar e qualidade de vida de indivíduos com DPOC. Métodos: A pesquisa científica foi realizada no dia 23 de abril de 2022 nas bases de dados Pubmed e Web of Science Core Collection. Considerararam-se somente RCT’s publicados desde 2008. Estes estudos incluíram indivíduos de idade superior a 18 anos com diagnóstico de DPOC, submetidos a intervenção osteopática. A análise dos artigos quanto aos critérios de inclusão e elegibilidade, a extração de dados e a avaliação da qualidade metodológica foi realizada por dois revisores independentes, com intervenção de um terceiro revisor em caso de discordância. A qualidade metodológica foi avaliada recorrendo ao Cochrane Risk of Bias Tool 5. Resultados: Nesta revisão, dos 213 resultados obtidos, foram incluídos 4 RCT’s. No geral, estes apresentaram uma baixa qualidade metodológica, visto que dois deles foram avaliados na sua maioria com alto risco de viés e os outros dois com risco de viés incerto. Os resultados dos estudos apontaram para melhorias significativas (p<0,05) em alguns parâmetros da função pulmonar, capacidade de exercício e perceção de dispneia. Conclusão: A presente revisão sistemática demonstrou falta de evidência quanto à eficácia do tratamento osteopático na melhoria da função pulmonar, porém com relatos de melhorias ao nível da sintomatologia, bem-estar e qualidade de vida dos indivíduos com DPOC. A análise da qualidade metodológica dos estudos apurados mostrou-se heterogénea, revelando no geral fragilidades e limitações no que diz respeito ao planeamento e execução da metodologia dos diferentes estudos. Atualmente, estão disponíveis poucos RCTs e de baixa qualidade metodológica sobre os efeitos da osteopatia nesta patologia crónica. Estudos de qualidade metodológica superior são necessários para efetivar os resultados obtidos e permitir a sua aplicabilidade na prática clínica.

Publicado

2024-01-15

Como Citar

Efeitos do tratamento osteopático em indivíduos com Doença Pulmonar Obstrutiva Crónica (DPOC): revisão sistemática. (2024). RevSALUS - Revista Científica Internacional Da Rede Académica Das Ciências Da Saúde Da Lusofonia, 5(Supii), 97-98. https://doi.org/10.51126/revsalus.v5iSupii.777

Artigos Similares

1-10 de 457

Também poderá iniciar uma pesquisa avançada de similaridade para este artigo.

Artigos mais lidos do(s) mesmo(s) autor(es)