A política editorial da RevSALUS sobre as autorias: uma reflexão crítica

Autores

  • Ricardo Jorge Dinis-Oliveira IINFACTS – Instituto de Investigação e Formação Avançada em Ciências e Tecnológica, Departamento de Ciências, Instituto Universitário de Ciências da Saúde (IUCS-CESPU), Gandra, Portugal; Departamento de Ciências da Saúde Pública e Forenses e Educação Médica, Faculdade de Medicina, Universidade do Porto, Porto, Portugal; UCIBIO-REQUIMTE, Laboratório de Toxicologia, Departamento de Ciências Biológicas, Faculdade de Farmácia, Universidade do Porto, Porto, Portugal.

DOI:

https://doi.org/10.51126/revsalus.v3i1.140

Palavras-chave:

autorias, colaboradores, Guidelines do International Commitee of Medical Journals Editors (ICMJE), critérios, hyperauthorship

Resumo

Durante o ano de 2020 a RevSALUS continuou a trilhar o seu caminho de afirmação como revista científica para a Lusofonia. A RevSALUS recebeu através da sua plataforma eletrónica de gestão do processo editorial Open Journal System um total de 33 artigos, dos quais 17 foram publicados nos Volume 2: Números 1 e 2, lançados em junho e dezembro de 2020, respetivamente. Viu também reconhecido o seu projeto científico através da sua aceitação pela Publons Reviewer Recognition e passou a integrar no seu processo de revisão editorial dos artigos o serviço de iThenticate: plagiarism detection. Este primeiro editorial de 2021 da RevSALUS e dedicado a autoria de artigos científicos e como a RevSALUS se revê neste domínio, nomeadamente quanto ao cumprimento dos critérios definidos pelo International Commitee of Medical Journals Editors (ICMJE).

Downloads

Publicado

2021-04-28

Como Citar

Dinis-Oliveira, R. J. (2021). A política editorial da RevSALUS sobre as autorias: uma reflexão crítica. RevSALUS - Revista Científica Internacional Da Rede Académica Das Ciências Da Saúde Da Lusofonia, 3(1), 7–8. https://doi.org/10.51126/revsalus.v3i1.140