Participação em atividades significativas na pessoa com doença de Parkinson: estudo de caso

Autores

  • Carolina Ferreira Matos Neuroser, Telheiras, Portugal
  • Janete Mendes Moreno Escola Superior de Saúde de Alcoitão, Cascais, Lisboa, Portugal

DOI:

https://doi.org/10.51126/revsalus.v4i2.191

Palavras-chave:

doença de Parkinson, atividades significativas, terapia ocupacional, flow, qualidade de vida

Resumo

Introdução: A Doença de Parkinson (DP) é uma doença neurodegenerativa crónica e progressiva, caracterizada por sintomas motores como a bradicinésia, rigidez, instabilidade postural e tremor. A intervenção atualmente descrita passa por tratamento farmacológico e intervenção multidisciplinar. Objetivo: Descrever o caso de uma pessoa com DP e a sua participação em atividades significativas, como a carpintaria. Material e métodos: O caso reportado trata-se de um utente de 74 anos, com diagnóstico de DP em fase moderada, realizando um plano de intervenção multidisciplinar. Na avaliação foram utilizados vários instrumentos como o Inventário de Avaliação Funcional de Adultos e Idosos (IAFAI), a Escala de Qualidade de Vida e a Avaliação Funcional o Inventário de Atividades de Braço e Mão de Chedocke. Identificaram-se problemas ocupacionais ligados ao desempenho e participação do utente nas Atividades de Vida Diária (AVD´s) e atividades de interesse, pela presença de sintomas motores, emocionais e cognitivos associados à  DP. O plano de intervenção descrito centra-se na estimulação de competências em défice, utilizando a ocupação como meio, através de sessões de construção de uma floreira suspensa. Resultados: A carpintaria potenciou um aumento de motivação, sentimentos de bem-estar e de ser capaz, mostrando ser uma atividade benéfica, para aliviar muitos dos sintomas motores, mas, principalmente, sintomas emocionais e cognitivos. Conclusão: A participação em atividades significativas, como a carpintaria, contribui para aliviar alguns sintomas da DP, pelo menos durante a realização da mesma, produzindo satisfação à pessoa, bem como potenciar o seu sentido de competência, aumentando os seus níveis de confiança e predisposição no quotidiano.

Downloads

Publicado

2022-08-26

Como Citar

Ferreira Matos, C., & Mendes Moreno, J. (2022). Participação em atividades significativas na pessoa com doença de Parkinson: estudo de caso. RevSALUS - Revista Científica Internacional Da Rede Académica Das Ciências Da Saúde Da Lusofonia, 4(2). https://doi.org/10.51126/revsalus.v4i2.191