Fisioterapia e Psicoeducação: impacto de um programa de pré-habilitação na incontinência urinária, saúde sexual e qualidade de vida de indivíduos com indicação para Prostatectomia Radical

Autores

  • Ana Sofia Pacheco PDSH, Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto; Faculdade de Medicina e Ciências da Educação da Universidade do Porto; Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar, Porto, Portugal
  • Paula Clara Santos Centro de Investigação em Atividade Física, Saúde e Lazer (CIAFEL), Faculdade de Desporto da Universidade do Porto; Centro de Investigação em Reabilitação, Escola Superior de Saúde - IPP, Porto, Portugal
  • Ana Luísa Quinta-Gomes PDSH, Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto, Portugal

DOI:

https://doi.org/10.51126/revsalus.v5iSupii.709

Palavras-chave:

Fisioterapia, psicoeducação, prostatectomia, pré-habilitação, qualidade de vida

Resumo

A Prostatectomia Radical (PR) é um dos principais tratamentos utilizados no Cancro da Próstata, em tumores localizados, e a principal causa de Incontinência Urinária (IU) e Disfunção Erétil (Martín-Nuñez, 2023; Milios et al, 2019). A IU é o efeito colateral que mais afeta a qualidade de vida (QV) dos homens no pós-operatório imediato, bem como a vivência da sexualidade (Mungovan, 2022). Objetivos: i) analisar o impacto de um programa multimodal de pré-habilitação, que combine Fisioterapia e Psicoeducação, na recuperação da IU, na melhoria da saúde sexual e QV de homens com indicação para PR; ii) avaliar a perceção dos médicos urologistas e dos utentes relativamente à importância da Fisioterapia no pré-operatório. Metodologia: o projeto está estruturado em três estudos: i) revisão sistemática da literatura referente a intervenção da Fisioterapia no pré-operatório de PR; pesquisa de estudos clínicos randomizados e estudos piloto (PubMed, PEDro, Web of Science, Cochrane Controlled Trials e Cochrane Library), seguindo as orientações PRISMA; ii) estudo observacional, de caraterização das perceções de médicos urologistas e utentes relativamente à importância da intervenção da Fisioterapia no período pré-operatório; entrevistas semi-estruturadas e análise temática para análise de dados; iii) estudo piloto experimental para avaliar a exequibilidade, aceitabilidade e eficácia preliminar de um programa de pré-habilitação multimodal em indivíduos que serão submetidos a PR. Randomização de 40 homens, com indicação para PR com técnica de nerve sparing, em grupo experimental (programa multimodal de pré-habilitação) e grupo de controlo (tratamento habitual). Serão avaliados os outcomes primários (IU, Satisfação Sexual, Distress Sexual, QV) e outcomes secundários (Ansiedade, Depressão, Funcionamento Sexual e Atividade Física). Utilização do Statistical Package for the Social Sciences para análise de dados. Resultados Esperados: a hipótese principal é a de que os homens que receberem o programa de pré-habilitação apresentem melhorias a nível de continência urinária no pós-operatório, melhor ajustamento à nova realidade sexual, níveis mais elevados de QV, satisfação sexual e menor distress sexual. Conclusão: esta investigação pretende contribuir para o avanço na gestão de problemas urinários e sexuais, em homens submetidos a PR, e para a inclusão de uma abordagem em Fisioterapia Pré-Operatória nas guidelines de intervenção.

Publicado

2024-01-15

Como Citar

Fisioterapia e Psicoeducação: impacto de um programa de pré-habilitação na incontinência urinária, saúde sexual e qualidade de vida de indivíduos com indicação para Prostatectomia Radical. (2024). RevSALUS - Revista Científica Internacional Da Rede Académica Das Ciências Da Saúde Da Lusofonia, 5(Supii), 45-46. https://doi.org/10.51126/revsalus.v5iSupii.709

Artigos Similares

1-10 de 457

Também poderá iniciar uma pesquisa avançada de similaridade para este artigo.