Efetividade da Fisioterapia na melhoria dos sintomas decorrentes de uma cistoprostatectomia radical devido à neoplasia da bexiga: um estudo de caso

Autores

  • Pedro Silva Escola Superior de Saúde Jean Piaget do Algarve, Instituto Piaget de Silves, Silves, Portugal
  • Inês Lopes Centro Hospitalar Universitário do Algarve, Unidade de Portimão, Serviço de Fisioterapia, Portimão, Portugal
  • Beatriz Minghelli Escola Superior de Saúde Jean Piaget do Algarve, Instituto Piaget de Silves, Silves; KinesioLab – Research Unit in Human Movement, Portugal

DOI:

https://doi.org/10.51126/revsalus.v5iSupii.761

Palavras-chave:

Fisioterapia, neoplasia, bexiga, cistoprostatectomia

Resumo

Introdução: Globalmente uma em cada cinco pessoas irá desenvolver cancro antes dos 75 anos, sendo que aproximadamente 3% de todos os novos diagnósticos e 2,1% de todas as mortes são devido ao cancro da bexiga. O procedimento cirúrgico standart para neoplasia da bexiga com invasão muscular é a cistoprostatectomia radical que consiste na remoção da bexiga, próstata e vesículas seminais nos homens. O objetivo deste estudo foi verificar a efetividade da fisioterapia na melhoria dos sintomas decorrentes de uma cistoprostatectomia radical devido ao cancro na bexiga. Material e Métodos: Trata-se de um estudo de caso de um individuo do sexo masculino, 67 anos, diagnosticado com uma neoplasia da bexiga (T2), tendo realizado uma cistoprostatectomia radical com reconstrução do tipo conduto ileal. Realizou quimioterapia neoadjuvante antes da cirurgia. Após a cirurgia iniciou fisioterapia, tendo sido utilizadas várias escalas e testes para avaliar a condição funcional como a Escala numérica da dor (END), escala de Barthel, escala de Berg, Six minutes walk test (6MWT) e escala de Borg modificada. O diagnóstico em fisioterapia revelou dor intensa na região abdominal na posição de sentado, diminuição do equilíbrio, da resistência muscular nos membros inferiores e da funcionalidade. O plano de intervenção foi realizado 5 vezes por semana, duração de 30 minutos, durante 17 dias, e consistiu em treino de força dos grandes grupos musculares dos membros superiores, treino de resistência dos grandes grupos musculares dos membros inferiores, treino de equilíbrio e treino aeróbio. Resultados: A dor diminuiu de 8/10 para 0 na END, verificou-se uma melhoria da independência através da escala de Barthel de 65/100 para 100/100, melhoria do equilíbrio de 46/56 para 53/56 na escala de Berg, e melhoria da tolerância ao esforço e performance cardiorrespiratória através do 6MWT de 230m para 368m com 1 na escala de Borg modificada em ambas as avaliações. Conclusão: O plano de intervenção mostrou-se efetivo, visto que todos os problemas apresentados foram colmatados com sucesso. Ainda é escassa a literatura disponível sobre a reabilitação em utentes com cancro, especificamente na pré e pós-cistoprostatectomia.

Publicado

2024-01-15

Como Citar

Efetividade da Fisioterapia na melhoria dos sintomas decorrentes de uma cistoprostatectomia radical devido à neoplasia da bexiga: um estudo de caso. (2024). RevSALUS - Revista Científica Internacional Da Rede Académica Das Ciências Da Saúde Da Lusofonia, 5(Supii), 84. https://doi.org/10.51126/revsalus.v5iSupii.761

Artigos Similares

1-10 de 31

Também poderá iniciar uma pesquisa avançada de similaridade para este artigo.