Potenciais contribuições da teoria da Luta por Reconhecimento, de Axel Honneth, para o desenvolvimento de reflexões críticas e pesquisas empíricas sobre as práticas de saúde

Autores

  • Jennifer Vale e Silva Centro de Ciências Biológicas e da Saúde, Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA), Mossoró, Brasil; Faculdade de Medicina, Universidade de São Paulo (USP), São Paulo, Brasil
  • José Ricardo de Carvalho Mesquita Ayres Faculdade de Medicina, Universidade de São Paulo (USP), São Paulo, Brasil

DOI:

https://doi.org/10.51126/revsalus.v3i1.87

Palavras-chave:

práticas de saúde, necessidades de saúde, cuidado, Teoria do Reconhecimento

Resumo

As práticas de saúde experimentam já há algum tempo uma crise de legitimidade cuja superação parece não depender apenas de respostas técnicas, mas exige uma revisão mais radical de seus pressupostos e estratégias. Esta exigência requer rever também o próprio arsenal teórico que instrui a reflexão crítica e as investigações empíricas sobre essas práticas. O presente estudo busca explorar as contribuições que pode trazer a esse processo a Teoria da Luta por Reconhecimento, de Axel Honneth. Nesse sentido, são expostas as linhas gerais dessa teoria e apontadas implicações para o pensar/pesquisar em saúde. Ressalta-se a potencialidade deste quadro, especialmente no que se refere ao campo dos direitos e da estima social, de explicitar processos de desrespeito e, em consequência, conflitos no campo da saúde; de alienação como barreira ao reconhecimento de si e do outro; e de promover diálogos reconstrutivos entre quadros teóricos que facilitam a apreensão articulada de processos subjetivos e sociais, o que é relevante para a construção de efetivo cuidado em saúde.

Downloads

Publicado

2021-04-28

Como Citar

Vale e Silva, J., & de Carvalho Mesquita Ayres, J. R. (2021). Potenciais contribuições da teoria da Luta por Reconhecimento, de Axel Honneth, para o desenvolvimento de reflexões críticas e pesquisas empíricas sobre as práticas de saúde. RevSALUS - Revista Científica Internacional Da Rede Académica Das Ciências Da Saúde Da Lusofonia, 3(1), 56–60. https://doi.org/10.51126/revsalus.v3i1.87

Edição

Secção

Artigos de Opinião Científicos