Insuficiência cardíaca está associada à fraqueza muscular inspiratória em pacientes com cardiopatia chagásica crônica

Autores

  • Clara Pinto Diniz Laboratório de Pesquisa Clínica em Doença de Chagas, Instituto Nacional de Infectologia, Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro , Brasil
  • Mauro Felippe Felix Mediano Laboratório de Pesquisa Clínica em Doença de Chagas, Instituto Nacional de Infectologia, Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro , Brasil
  • Fernanda de Souza Nogueira Sardinha Mendes Laboratório de Pesquisa Clínica em Doença de Chagas, Instituto Nacional de Infectologia, Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro , Brasil
  • Luiz Fernando Rodrigues Junior Departamento de Pesquisa, Instituto Nacional de Cardiologia, Rio de Janeiro, Brasil
  • Roberto Magalhães Saraiva Laboratório de Pesquisa Clínica em Doença de Chagas, Instituto Nacional de Infectologia, Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro , Brasil
  • Henrique Horta Veloso Laboratório de Pesquisa Clínica em Doença de Chagas, Instituto Nacional de Infectologia, Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro , Brasil
  • Andréa Rodrigues da Costa Laboratório de Pesquisa Clínica em Doença de Chagas, Instituto Nacional de Infectologia, Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro , Brasil
  • Alejandro Marcel Hasslocher-Moreno Laboratório de Pesquisa Clínica em Doença de Chagas, Instituto Nacional de Infectologia, Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro , Brasil
  • Audrey Borghi-Silva Universidade Federal de São Carlos, São Carlos, São Paulo, Brasil
  • Andréa Silvestre de Sousa Laboratório de Pesquisa Clínica em Doença de Chagas, Instituto Nacional de Infectologia, Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro , Brasil
  • Flávia Mazzoli-Rocha Laboratório de Pesquisa Clínica em Doença de Chagas, Instituto Nacional de Infectologia, Fundação Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro , Brasil

DOI:

https://doi.org/10.51126/revsalus.v5iSupii.769

Palavras-chave:

Força muscular inspiratória, resistência muscular inspiratória, doença de chagas, cardiopatia chagásica, insuficiência cardíaca

Resumo

Introdução: A força muscular inspiratória (FMI) parece estar reduzida em indivíduos com cardiopatia chagásica crônica (CCC), principalmente na fase tardia com evolução para insuficiência cardíaca (IC) (Costa et al., 2017), podendo a musculatura esquelética também estar acometida pela Doença de Chagas (Marreli et al., 2020). No entanto, até o momento, apenas um estudo sobre FMI e resistência muscular inspiratória (RMI), incluindo indivíduos CCC com e sem IC está disponível (Baião et al., 2013). Objetivo: Comparar FMI e RMI em indivíduos com CCC, na presença e ausência de IC. Material e Métodos: Trata-se de estudo transversal, incluindo 30 pacientes adultos com CCC, ambos os sexos, acompanhados regularmente em um ambulatório de referência para doenças infecciosas. Os participantes foram divididos nos grupos CCC-CC (fase inicial da CCC, sem IC; n=15) e grupo CCC-IC (fase avançada da CCC, com IC; n=15). Avaliamos a FMI pela pressão inspiratória máxima, a RMI pelos testes incremental e de carga constante, e a força muscular periférica (FMP) pela dinamometria manual. Pressão inspiratória máxima e FMP < 70% e relação entre pressão inspiratória máxima e o valor do teste incremental < 75% dos valores preditos foram consideradas respectivamente como redução de FMI, FMP e RMI. Resultados: O grupo CCC-IC apresentou mediana da fração de ejeção do ventrículo esquerdo (p<0,01) menor do que o grupo CCC-CC. A redução de FMI foi mais frequente no grupo CCC-IC do que no grupo CCC-CC (46,7% vs 13,5%; p=0,05) e ambos os grupos apresentaram altas frequências de RMI reduzida (93,3% CCC-CC vs 100,0% CCC-IC; p=0,95). Não foi observada redução de FMP, assim como não foi apresentada diferença significativa entre os grupos (22,4 CCC-CC vs 22,5 CCC-IC; p=0,71). A análise de regressão logística ajustada por idade usando IC como variável dependente mostrou que a IC aumentou a chance de redução daFMI em comparação com o grupo CCC-CC (OR=7,5; p=0,03). Conclusão: Este estudo sugere que, em pacientes com CCC, a IC está associada à redução da FMI, e que a redução da RMI já está presente na fase inicial, de forma semelhante à fase avançada com IC.

Publicado

2024-01-15

Como Citar

Insuficiência cardíaca está associada à fraqueza muscular inspiratória em pacientes com cardiopatia chagásica crônica. (2024). RevSALUS - Revista Científica Internacional Da Rede Académica Das Ciências Da Saúde Da Lusofonia, 5(Supii), 90-91. https://doi.org/10.51126/revsalus.v5iSupii.769

Artigos Similares

1-10 de 442

Também poderá iniciar uma pesquisa avançada de similaridade para este artigo.