Tradução, adaptação cultural e validação do Epidemiology of Prolapse and Incontinence Questionnaire (EPIQ) para o português Europeu

Autores

  • Vera Baldaia Dias Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa, Penafiel; Escola Superior de Saúde de Alcoitão, Alcabideche, Portugal
  • Cristina dos Santos Cardoso de Sá Escola Superior de Saúde de Alcoitão, Alcabideche, Portugal

DOI:

https://doi.org/10.51126/revsalus.v5iSupii.771

Palavras-chave:

Incontinência urinária, incontinência anal, prolapso de órgão pélvico, epidemiology of prolapse, incontinence questionnaire

Resumo

Introdução: As disfunções do pavimento pélvico (DPP) afetam um terço da população de mulheres adultas, podendo ter um efeito profundo nas suas relações interpessoais, bem-estar psicológico e financeiro, vida sexual e condicionar o isolamento social e a redução significativa da sua qualidade de vida. Estas incluem, entre outras, a incontinência urinária (IU), a incontinência anal (IA) e o prolapso de órgão pélvico (POP). A literatura apresenta ausência de instrumentos para avaliação exclusiva do POP para o português europeu, assim como para a IA. Desse modo justifica-se a realização do estudo, para auxiliar a: estabelecer o diagnóstico de fisioterapia e prognóstico funcional, selecionar o melhor plano de tratamento e avaliar as mudanças no estado de saúde das utentes e mensurar os resultados da intervenção; Objetivos: traduzir e adaptar culturalmente o questionário EPIQ para o português europeu, e testar as suas propriedades psicométricas: validade de construto, de critério, diagnóstico e preditiva, fiabilidade e consistência interna; Material e Métodos: serão realizadas duas traduções independentes e a respetiva síntese, duas retrotraduções independentes e nova síntese, a qual será avaliada por um comité de especialistas. A versão obtida será submetida a um teste piloto em dois grupos de mulheres de 25 a 84 anos (um com DPP e outro sem DPP) e análise através de focus group. A versão final será aplicada a dois grupos de 50 mulheres com as características já referidas; Resultados: Espera-se que os resultados concordem com os da versão original: alfa de Cronbach de 0,91 (consistência interna), correlações de Spearman e Kappa (fiabilidade) de 0,7 ou superior para todas as perguntas e coeficiente de correlação intraclasse (CCI) > 0,7 para todas as questões, valor preditivo negativo >87% (detetar ausência de DPP) e valor preditivo positivo >61% (detetar DPP) nos 4 domínios avaliados: IUE, bexiga hiperativa, IA e POP. Conclusões: O projeto foi delineado de forma cuidada e minuciosa pelo que se espera ser concluído com sucesso.

Publicado

2024-01-15

Como Citar

Tradução, adaptação cultural e validação do Epidemiology of Prolapse and Incontinence Questionnaire (EPIQ) para o português Europeu. (2024). RevSALUS - Revista Científica Internacional Da Rede Académica Das Ciências Da Saúde Da Lusofonia, 5(Supii), 92. https://doi.org/10.51126/revsalus.v5iSupii.771

Artigos Similares

1-10 de 434

Também poderá iniciar uma pesquisa avançada de similaridade para este artigo.