Terapia Ocupacional: protocolo de intervenção para reabilitação de fratura do rádio, através da gamificação, com recurso ao Makey-Makey

Autores

  • Inês Pinho Centro Hospital de Entre Douro e Vouga, Portugal
  • Rafael Martins Centro Hospital de Entre Douro e Vouga, Portugal
  • Carla Oliveira Centro Hospital de Entre Douro e Vouga, Portugal

DOI:

https://doi.org/10.51126/revsalus.v5iSupii.781

Palavras-chave:

Fratura distal do rádio, Makey-Makey, gamificação, terapia ocupacional

Resumo

Introdução A fratura distal do rádio é uma das lesões mais comuns na área musculoesquelética. Os programas de reabilitação são planeados frequentemente para reduzir o impacto de sintomas, como dor, diminuição de funcionalidade, rigidez e perda de mobilidade articular. No entanto, a baixa autoeficácia e a motivação são dois dos fatores psicossociais que podem comprometer o sucesso do tratamento. A gamificação está, cada vez mais, presente na área da saúde e reabilitação, pela possibilidade de personalização e adaptação de intervenções, com recurso a ambientes virtuais e plataformas móveis e digitais. O facto de se criar experiências mais imersivas no tratamento e mais motivadoras torna-se um fator promotor de adesão e sucesso na reabilitação. O Makey-Makey é um dispositivo de hardware que foi desenvolvido para promover a criatividade, a experimentação e a aprendizagem, permitindo transformar objetos quotidianos em interfaces interativas para computadores. Objetivo Desenvolver um protocolo de intervenção da Terapia Ocupacional nas fraturas distais do rádio, através da gamificação, com recurso ao Makey-Makey. Metodologia Neste projeto será utilizada uma abordagem quantitativa, microfocada num ator. O participante, com sequelas de uma fratura distal do rádio, irá participar num programa de intervenção que preconiza 3 sessões semanais, de 30 minutos, num período de 8 semanas. O participante será avaliado em três momentos distintos: no início, a meio e após terminar as sessões, com o intuito de avaliar dor, ganho de amplitude de movimento, destreza manual e força muscular. Enquanto instrumentos de avaliação serão utilizados o dinamómetro, o goniômetro e a escala de Avaliação do Punho Feita pelo Paciente (PRWE). Discussão O programa propõe uma intervenção motivadora, com maior adesão ao tratamento, recorrendo a materiais de baixo-custo e permitindo a sua implementação e replicação nos serviços de terapia. Serve, ainda, para identificar os efeitos a curto e longo prazo de uma intervenção com recurso a ambientes virtuais, em pacientes com fratura distal do rádio.

Publicado

2024-01-15

Como Citar

Terapia Ocupacional: protocolo de intervenção para reabilitação de fratura do rádio, através da gamificação, com recurso ao Makey-Makey. (2024). RevSALUS - Revista Científica Internacional Da Rede Académica Das Ciências Da Saúde Da Lusofonia, 5(Supii), 101. https://doi.org/10.51126/revsalus.v5iSupii.781

Artigos Similares

1-10 de 60

Também poderá iniciar uma pesquisa avançada de similaridade para este artigo.