Métodos Cromatográficos Desenvolvidos para a Quantificação de Quercetina Extraída de Produtos de Origem Natural: Revisão sistemática de estudos publicados de 2018 a 2022

Autores

  • Daniel Carvalho Escola Superior de Saúde, Instituto Politécnico do Porto, Porto, Portugal
  • Cláudia Pinho Escola Superior de Saúde, Instituto Politécnico do Porto, Porto; Centro de Investigação em Saúde e Ambiente (CISA), Escola Superior de Saúde, Instituto Politécnico do Porto, Porto, Portugal
  • Rita Oliveira Escola Superior de Saúde, Instituto Politécnico do Porto, Porto; Centro de Investigação em Saúde e Ambiente (CISA), Escola Superior de Saúde, Instituto Politécnico do Porto, Porto, Portugal
  • Fernando Moreira Escola Superior de Saúde, Instituto Politécnico do Porto, Porto; Centro de Investigação em Saúde e Ambiente (CISA), Escola Superior de Saúde, Instituto Politécnico do Porto, Porto, Portugal
  • Ana Isabel Oliveira Escola Superior de Saúde, Instituto Politécnico do Porto, Porto; Centro de Investigação em Saúde e Ambiente (CISA), Escola Superior de Saúde, Instituto Politécnico do Porto, Porto, Portugal

DOI:

https://doi.org/10.51126/revsalus.v5iSupii.667

Palavras-chave:

Quercetina, flavonoides, métodos cromatográficos, química analítica, revisão sistemática

Resumo

Introdução: A quercetina é o flavonoide mais utilizado no tratamento de várias doenças, exibindo propriedades antioxidantes, anti-inflamatórias, cardiovasculares, anticancerígenas e de proteção gástrica (Grande et al., 2016). A quercetina pode ser encontrada em várias frutas, vegetais e plantas, e a validação de métodos analíticos para quantificar a quercetina nas mais variadas matrizes é crucial (Singh et al., 2021). Objetivos: O principal objetivo desta revisão é identificar os métodos analíticos validados para a quantificação da quercetina extraída de produtos de origem natural e caraterizar a sensibilidade dos métodos desenvolvidos. Material e Métodos: Pesquisou-se na PubMed por estudos originais que apresentassem validação de métodos para quantificar a quercetina a partir de produtos naturais. Foram consideradas publicações entre 2018 e 2022, em inglês. Tal como previamente recomendado, o risco de viés foi avaliado considerando: estabelecimento de critérios para aceitação de desempenho (A); comparação com método utilizando padrão de referência (B); apresentação do gráfico x-y dos dados (C); consideração do gráfico e estatísticas de diferenças (D); consideração da análise de regressão (E); realização de ensaios de interferência (F), linearidade (G) e recuperação (H) (Johnson, 2008). Os estudos foram analisados com base na origem da fonte vegetal, método cromatográfico e parâmetros de validação (exatidão, sensibilidade, precisão). Resultados: Foram incluídos 17 estudos e as plantas medicinais foram a fonte de quercetina mais frequentemente analisada. A espetrometria de massa foi o método de deteção mais utilizado, tendo também apresentado maior sensibilidade do que os métodos espectrofotométricos. O modo de eluição em gradiente e a análise de múltiplos analitos foram recorrentes. Após a análise do viés, todos os estudos incluídos apresentaram cumprimento igual ou superior a quatro dos oito parâmetros. Os parâmetros B e E foram únicos cumpridos em todos os estudos e nenhum estudo cumpriu o parâmetro D. Conclusões: Para além de incluir estudos que foram validados em termos de sensibilidade, precisão e exatidão, concluiu-se que todos os estudos cumpriram, pelo menos, metade dos critérios de avaliação de viés considerados. Esta revisão fornece uma visão geral dos métodos validados, facilitando a adaptação do método mais conveniente para analisar o conteúdo em quercetina, em função das condições existentes.

Publicado

2024-01-15

Como Citar

Métodos Cromatográficos Desenvolvidos para a Quantificação de Quercetina Extraída de Produtos de Origem Natural: Revisão sistemática de estudos publicados de 2018 a 2022. (2024). RevSALUS - Revista Científica Internacional Da Rede Académica Das Ciências Da Saúde Da Lusofonia, 5(Supii), 14-15. https://doi.org/10.51126/revsalus.v5iSupii.667

Artigos Similares

1-10 de 302

Também poderá iniciar uma pesquisa avançada de similaridade para este artigo.

Artigos mais lidos do(s) mesmo(s) autor(es)