Promoção de ambientes de trabalho saudáveis em contexto hospitalar

Autores

  • Carla Pereira Nortemed, Braga, Portugal
  • Cláudia Coelho Centro de Assistência, Leça da Palmeira, Portugal
  • Márcia Sousa Serviço de Internamento Médico-cirúrgico do Hospital Fernando Pessoa, Gondomar, Portugal
  • Pedro Bessa Workview, Porto, Portugal
  • Margarida Ferreira Escola Superior de Saúde Jean Piaget de Vila Nova de Gaia, Portugal
  • Mafalda Silva Escola Superior de Saúde Jean Piaget de Vila Nova de Gaia, Portugal

DOI:

https://doi.org/10.51126/revsalus.v5iSupii.759

Palavras-chave:

Enfermeiros, ambiente de trabalho, promoção de saúde

Resumo

Um ambiente ocupacional saudável ideal é quando se mantém uma atitude positiva num ambiente stressante. Um ambiente saudável é bom para a instituição e isso promove um aumento da produtividade, reduzindo os custos relacionados com o absentismo, rotatividade, etc (Kodarlikar & Umale, 2020). O conceito de ambiente de trabalho saudável integra questões de saúde, bem-estar num ambiente psicossocial e nas condições de trabalho. Inclui a cultura organizacional, modelos de gestão, normas, valores, regras e recursos que apoiem e incentivem a saúde do indivíduo (DGS, 2020). O objetivo do presente estudo foi identificar o ambiente de trabalho dos enfermeiros a trabalhar numa instituição hospitalar. Estudo de caracter quantitativo e descritivo, tendo sido efetuada recolha de dados através do questionário Escala de Ambiente de Trabalho da Prática de Enfermagem. Amostra de conveniência, constituída por 45 enfermeiros, concedida autorização pela comissão de ética hospitalar. Amostra formada por 45 enfermeiros, maioritariamente do sexo feminino (86,7%) com idades situadas entre os 22 e os 35 anos dos quais 76% são solteiros, 100% dos inquiridos, concorda que um apoio adequado permite passar tempo com os utentes, 97,7% refere a existência de um bom relacionamento, porém 13% discorda de uma prática colaborativa. Apenas 11% da amostra discorda com a existência ativa de um programa de formação e desenvolvimento pessoal, 24% da amostra tem a perceção de não haver a oportunidade de progressão na carreira, cerca de 38% menciona não participar na tomada de decisão e 91 % refere que as chefias utilizam os erros como forma de melhoramento e aprendizagem e não como critica. 91,1% afirma ter tempo e oportunidade para discussão dos problemas sobre os cuidados e 15,5% afirma número de enfermeiros insuficiente para garantir a qualidade de cuidados. Cerca de 18% refere ausência do reconhecimento pelo seu trabalho e 31% alude que a administração não responde às suas preocupações. Os resultados do estudo evidenciam a necessidade de intervir no desenvolvimento da progressão da carreira e a necessidade de envolver os profissionais de enfermagem na tomada de decisão, assim como melhorar o trabalho colaborativo com as equipas multidisciplinares e aumentar o reconhecimento pelo trabalho destes profissionais.

Publicado

2024-01-15

Como Citar

Promoção de ambientes de trabalho saudáveis em contexto hospitalar. (2024). RevSALUS - Revista Científica Internacional Da Rede Académica Das Ciências Da Saúde Da Lusofonia, 5(Supii), 82-83. https://doi.org/10.51126/revsalus.v5iSupii.759

Artigos Similares

1-10 de 473

Também poderá iniciar uma pesquisa avançada de similaridade para este artigo.

Artigos mais lidos do(s) mesmo(s) autor(es)