Treino funcional orientado para a tarefa Sit-to-Stand, numa criança com status pós-síndrome de Guillain Barré: estudo de caso

Autores

  • Diogo Couras Escola Superior de Saúde do Alcoitão, SCML, Cascais, Portugal
  • Elisabete Martins Escola Superior de Saúde do Alcoitão, SCML, Cascais, Portugal

DOI:

https://doi.org/10.51126/revsalus.v5iSupii.767

Palavras-chave:

Síndrome de Guillain-Barré, treino funcional orientado para tarefa, reabilitação, funcionalidade, fisioterapia

Resumo

Introdução: A Síndrome de Guillain Barré (SGB) é uma doença autoimune que afeta o sistema nervoso periférico e, carateriza-se por uma paralisia ascendente simétrica, hiporreflexia ou arreflexia. Na população pediátrica, estima-se uma taxa de incidência de 0,4-0,6/100 000, que embora inferior à população adulta, é considerada a causa mais comum de paralisia flácida aguda. O tratamento da SGB é caracterizado por tratamento farmacológico e Fisioterapia. A intervenção do Fisioterapeuta é crucial nas diferentes fases da doença, tanto na prevenção de complicações secundárias, como na maximização da funcionalidade e na autonomia funcional, decorrentes dos défices neurológicos residuais. Objetivos: Descrever a aplicação de um plano de intervenção centrado no treino funcional dirigido para a tarefa motora Sit-to-Stand (STS) e analisar os resultados obtidos na mobilidade funcional e nas Atividades de Vida Diária (AVDs). Material e Métodos: O caso em análise refere-se a uma criança do sexo feminino, de 9 anos de idade, com o diagnóstico médico de status pós-síndrome Guillian-Barré, ocorrido no dia 20 de janeiro de 2023, do qual resultou um quadro de tetraparésia. Apresenta os seguintes problemas: restrição na prática dos hobbies (dançar e brincar com os amigos e com o animal de estimação), dificuldades nas AVDs (vestir/despir e higiene pessoal), por limitações na mobilidade funcional (no leito, nas transferências, no desempenho do Sit-to-Stand e da marcha), devido a défice no controlo postural e no equilíbrio, presença de dor neuropática e mecânica à extensão de ambos os joelhos, fraqueza muscular nos membros superiores e inferiores e na Core. Resultados e Discussão: Após 60 sessões de fisioterapia, foram observados resultados na intensidade da dor, de 8/10 para 0/10 na escala Wong-Baker e no equilíbrio, que se refletiram no desempenho das 4 fases do STS e das AVDs. Verificou-se uma melhoria de 5/56 para 14/56 na Escala de Equilíbrio Pediátrica (EEP), no tempo da execução do teste Five Times Sit-to-Stand, e na Medida de independência funcional (MIF) que passou de 88 para 44 segundos e de 67/126 para 84/126, respetivamente. Os resultados obtidos revelaram-se positivos tanto a nível da mobilidade funcional, como no desempenho das AVDs. 

Publicado

2024-01-15

Como Citar

Treino funcional orientado para a tarefa Sit-to-Stand, numa criança com status pós-síndrome de Guillain Barré: estudo de caso. (2024). RevSALUS - Revista Científica Internacional Da Rede Académica Das Ciências Da Saúde Da Lusofonia, 5(Supii), 88-89. https://doi.org/10.51126/revsalus.v5iSupii.767

Artigos Similares

1-10 de 465

Também poderá iniciar uma pesquisa avançada de similaridade para este artigo.

Artigos mais lidos do(s) mesmo(s) autor(es)